MENUTrienal de Arquitectura de Lisboa
Data
05 MAI 2016
Horário
19h
Local
CCB – Grande Auditório
Preço
5€
Ciclo
2014–2016
Participantes
Christian Kerez, João Belo Rodeia
Co-Produção
CCB

Highrise in Zhengzhou 2, Zhenzhou CBD, China, 2012–2013 © Milan Rohrer

Christian Kerez



Esta conferência de Christian Kerez encerra a segunda edição do ciclo Distância Crítica, co-produzido pela Trienal de Arquitectura de Lisboa e Centro Cultural de Belém. Christian Kerez fundou o seu atelier em Zurique em 1993 e desde então realizou obras amplamente reconhecidas como a enigmática “House with one wall”. Partindo de variados exemplos de projectos de sua autoria, o arquitecto suíço vem a Lisboa apresentar a sua metodologia de projecto que tem sempre por base uma constante pesquisa sobre os princípios da arquitectura. Para Kerez, não existe um fio condutor formal nem ideias estéticas preconcebidas no seu processo de desenho; pelo contrário, a apresentação será sobre a intensificação e radicalização da diversidade e especificidade que constitui cada projecto. Afastando-se de soluções habituais, cada momento do projecto parte de uma investigação que procura questionar, a um nível fundamental, a disciplina da Arquitectura.


Christian Kerez (Maracaibo, 1962)


Estudou no Instituto Federal Suíço de Tecnologia de Zurique, onde realizou o seu mestrado. Desde 2009, é professor convidado na mesma instituição suíça. Iniciou o seu percurso profissional como fotógrafo de arquitectura, actividade que ainda exerce uma grande influência no seu trabalho. Fundou o seu atelier em Zurique em 1993. Em 2012 e 2013 foi visiting chair nas Kenzo Tange Lectures no departamento de Arquitectura e Desenho Urbano da Universidade de Harvard em Cambridge. Actualmente, está a trabalhar em projectos com diferentes programas e diversas escalas em França, República Checa, Brasil e China. Este ano foi escolhido para representar a Suíça na 15a Bienal de Arquitectura de Veneza, que terá lugar de Maio a Novembro de 2016.


João Belo Rodeia (Leiria, 1961)


Especialista em arquitectura, com experiência transversal e visão holística adquiridas na formação, investigação, crítica, prática e política arquitectónicas. Membro do advisory board do DOCOMOMO International, foi comissário científico da 1a edição da Trienal de Lisboa, onde é actualmente membro do Conselho Consultivo. Programou o Ano Nacional da Arquitectura em 2003. Presidiu a Ordem dos Arquitectos (2008-13), o Conselho Internacional dos Arquitectos de Língua Portuguesa (2012-15), o Instituto Português do Património Arquitectónico (2003-05) e a Fundação DOCOMOMO Ibérico (2011-13).