MENUTrienal de Arquitectura de Lisboa
Local
Palácio Sinel de Cordes

© Mariana Romão

Archiprix Portugal 2017

Exposição, festa e anúncio de vencedores do Prémio

Todos os anos, o Prémio Archiprix Portugal distingue os melhores trabalhos de fim de curso de mestrado apresentados nas áreas de Arquitectura, Urbanismo e Arquitectura Paisagista. Em 2017, o júri composto por Catarina Raposo, Célia Gomes, Daniel Jiménez, João Santa-Rita, Luís Santiago Baptista, Maria Souto Moura e Nuno Grande, escolheu o projecto vencedor por entre 30 trabalhos finalistas a concurso.

No dia 27 de Maio de 2017, Pedro Frade da Universidade Autónoma de Lisboa foi anunciado como vencedor desta edição, com o projecto” Casa, cozinha, horto, em Alcácer do Sal”. Nesse dia, e a par com a exposição dos projectos finalistas, foram também anunciadas as menções honrosas atribuídas a João Machado ((Re)vitalizar a favela de Helio?polis, Sa?o Paulo), Diogo Veiga (Powerful Spaces), Isabel Loureiro (O Mosteiro Cartusiano de Santa Maria Scala Coeli), Ana Pinheiro (A Pedreira), Miguel Frazão (Reconstrução Crítica Anfiteatro Romano Conimbriga), André Pires (A Evidência do Natural), Luís Silvestre (Metamorfose sobre o Tejo), Andrea Toccolini (Continuità), Raquel Vicente (Atlas do Sado) e Ins Loureiro (Colectivo, Social, Evolutivo - 3 obras, 1 projecto).

O Prémio Archiprix Portugal foi instituído em 2012 pela Fundação Archiprix (Roterdão) e Fundação Serra Henriques (Lisboa) envolvendo de forma plural e independente a Ordem dos Arquitectos e o corpo docente das Instituições de Ensino de Arquitectura, Urbanismo e Arquitectura Paisagista portuguesas.

Archiprix Portugal enquadra-se na Rede Internacional Archiprix, constituída por Archiprix Holanda, Archiprix Chile, Europa Central (Bósnia Herzegovina, Áustria, Hungria, Croácia), Turquia, Itália e Rússia. Faz também parte da rede Archiprix o prémio Archiprix Internacional.